Brasil lidera ranking sobre preferência do consumidor por produtos sustentáveis

Brasil lidera ranking sobre preferência do consumidor por produtos sustentáveis

No que se refere aos profissionais comprometidos em promoverem essas ações e produtos, caímos para sexto lugar

 

A consultoria PwC desenvolveu uma pesquisa para diagnosticar quais são os países que possuem consumidores mais preocupados com serviços e produtos oferecidos por empresas que trabalham em conformidade com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS.

O Brasil aparece em primeiro lugar no ranking, com 95% de empresários, executivos e público consumidor preocupados com essas questões. Em segundo lugar, aparece a Índia (87%), seguida por Argentina (86%), China (85%) e África do Sul (85%).

Embora a preferência dos brasileiros por ações sustentáveis e que beneficiam o planeta liderem a lista, caímos para sexto lugar no que se refere aos profissionais comprometidos em promover essas ações e produtos. Quem fica em primeiro lugar em ações compatíveis com os ODS é a Argentina, seguida por Malásia (70%), a África do Sul (69%), Reino Unido (67%) e Alemanha (66%), só depois aparece o Brasil com seus 60% de comprometimento na área.

Empresas apoiam ações ecologicamente corretas

Os empresários brasileiros que se comprometem com os ODS acreditam que essas medidas são importantes tanto em níveis locais como em escalas globais. Mesmo empresários que ainda não praticam ações sustentáveis em todos os níveis de produção assumem a importância que o assunto tem.

Segundo a pesquisa, neste grupo, 92% dos entrevistados afirmaram que o tema é importante para o planeta. Até 2030, 71% dos integrantes da iniciativa privada se propõem a promover reformas em suas empresas e fazer adequações que se encaixem em modelos sustentáveis de gestão.

A consultoria mostra que apenas 13% dos executivos ouvidos na pesquisa já apresentam ferramentas funcionais para alcançar os objetivos dos ODS no trabalho, mas quase a totalidade dos entrevistados aponta que o momento de se promover as mudanças é agora.

Ao todo, 2015 pessoas participaram da pesquisa, entre os meses de junho e julho deste ano. Dentre os entrevistados estavam profissionais das áreas de comunicação, química, energia, engenharia, finanças, saúde, construção, varejo e tecnologia de 16 países distintos.

Segundo o site do Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD), a pesquisa foi divulgada em setembro pela consultoria PwC, em parceria com a rede Pacto Global, o Conselho Mundial de Negócios para o Desenvolvimento Sustentável e o Ponto Focal Brasil (Global Reporting Initiative).

 

Fonte: Pensamento Verde

Responda